segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Cristiano Cruz (1892-1951)

Auto-retrato (1916, Museu do Chiado – Museu Nacional de Arte Contemporânea)
-
O semeador (Museu do Chiado – Museu Nacional de Arte Contemporânea)
-
Cena de Guerra (1916-1918, Museu do Chiado – Museu Nacional de Arte Contemporânea)
-
O rebentar das granadas (Museu do Chiado – Museu Nacional de Arte Contemporânea)
-
S/título (Senhoras à mesa) (c. 1919, CAM - Centro de Arte Moderna)
-
Christiano Alfredo Sheppard Cruz nasceu em Leiria a 6 de Maio de 1892. Após concluir o curso dos liceus em Coimbra, foi com a família para Lisboa, para estudar Medicina Veterinária, e foi durante os seus anos de estudante na capital (1910-1915) que produziu uma inovadora obra gráfica humorista, publicando regularmente, até 1913, desenhos em vários jornais. Participando na fundação da Sociedade de Humoristas Portugueses, expôs no 1º e no 2º Salão dos Humoristas (1912 e 1913) no Grémio Literário (Lisboa). A partir de 1915, ano em que concluiu a licenciatura, Christiano dedicou-se cada vez mais à pintura, trilhando um caminho que se consolidou no período final da sua produção, entre 1916 e 1919. 
Em Janeiro de 1917, foi para França com o Corpo Expedicionário Português, que combateu na frente ocidental da Grande Guerra, com o posto de tenente médico. No sector português, preencheu um álbum com croquis de situações quotidianas, intitulado "Cenas de Guerra", e produziu pequenos guaches sobre cartão. Em 1918, veio a Lisboa para apresentar a sua tese de doutoramento em Medicina Veterinária; só regressou definitivamente ao país no final do ano, depois do Armistício. 
No ano de 1919, decidiu abandonar a actividade artística, partindo para Lourenço Marques, com o intuito de se dedicar à medicina veterinária. Em 1951, foi transferido, por motivos políticos, para Angola, como veterinário-chefe da província do Bié. Morreu poucos meses depois, em Silva Porto (Angola), a 21 de Outubro de 1951.
-
e «Cristiano Cruz» in Wikipédia -
-
Christiano Alfredo Sheppard Cruz was born in Leiria on May 6, 1892. After completing high-school in Coimbra, went with the family to Lisbon to study veterinary medicine, and it was during his years as a student in the Portuguese capital (1910-1915) that he produced an innovative humoristic graphic work, regularly publishing, until 1913, drawings in several newspapers. Participating in founding the society of Portuguese Humorists, he exhibited on the 1st and the 2nd Hall of Humorists (1912 and 1913) in the Literary Guild (Lisbon). From 1915, the year he completed his degree, Christiano devoted himself increasingly to painting, treading a path which was consolidated in the final period of his production, between 1916 and 1919.
In January 1917, he went to France with the Portuguese Expeditionary Corps, which fought on the Western front in the Great War, with the rank of Lieutenant Medic. In that period, he filed an album of sketches of everyday situations, titled "scenes of War", and produced small gouaches on cardboard. In 1918, he went to Lisbon to present his doctoral thesis in veterinary medicine; just returned definitely to his home country at the end of the year, after the Armistice.
During the year of 1919, he decided to abandon the artistic activity, departing to Lourenço Marques (Mozambique) in order to devote himself to veterinary medicine. In 1951, he was transferred, for political reasons, to Angola, as Chief Veterinary Officer of the province of Bié. He died a few months later, in Silva Porto (Angola), on the October 21, 1951.

Sem comentários:

Publicar um comentário